Dia Internacional da Mulher

"A Junta de Freguesia de Amora e o MDM - Movimento Democrático de Mulheres, unem-se para assinalar o Dia Internacional da Mulher, a 8 de Março.

"Nascer como? Os Direitos das Mulheres não podem esperar!", é um debate de resposta ao estado da arte da maternidade em pleno Séc. XXI. A nível mundial todos os dias, aproximadamente 830 mulheres morrem por causas evitáveis relacionadas à gestação e ao parto no mundo. 99% de todas as mortes maternas ocorrem em países em desenvolvimento. A mortalidade materna é maior entre mulheres que vivem em áreas rurais e comunidades mais pobres. (dados OMS)

Em Portugal, um estudo online dirigido a mulheres que foram mães durante o primeiro ano da pandemia, revelou que Portugal tem taxas superiores à média de outros países europeus em procedimentos considerados de violência obstétrica, como a manobra de Kristeller ou as episiotomias de rotina.

A par disto, temos sido inundados diariamente com notícias sobre a crise nas urgências obstétricas que colocam em causa o parto seguro e próximo de casa. Perante estas evidências, quisemos reunir um painel de profissionais, para refletir sobre como se nasce, sobretudo no Concelho do Seixal.

Para tal, iremos contar com a participação de:

Dr. Alexandre Tomás | ACES Almada Seixal

Enf.ª Joana Vieira | Hospital Garcia de Orta

Enf.ª Catarina Pires | Enfermeira Obstétrica"

 Atuação especial: Grupo Musical da Unisseixal

O evento vai ter lugar no Auditório da Unisseixal, no dia 8 de Março, às 16h00. 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.